Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

Já gastei 3 vidas em dias 27 de Dezembro!

27.12.19 | Paulo Brites | comentar
  Quem me conhece bem, sabe os meus “karmas” com os dias 27 de Dezembro. Sim é verdade! Já gastei 3 vidas em dias 27 de Dezembro! Mas como qualquer gato, ainda me restam mais 4! Poderia comemorar este dia de hoje, 27 de Dezembro de 2019, de uma forma lamechas ou (...)

Círculos, Quadrados e Rectângulos

17.12.19 | Paulo Brites | comentar
Círculos, quadrados, rectângulos, passagens, rotundas, cruzamentos; Todos têm princípio e fim! Espécie de professores de ensinamento teórico e mágico fundos e profundos; Muitos restaurantes estão nas suas bermas! Comer, beber, rezar e amar o teórico é belo! Mas o (...)

Meros mortais, repletos de emoções

16.12.19 | Paulo Brites | comentar
Nikon D3200, 18-55mm @ 55mm, f/5.6, 1/60s, ISO 100   Ouro ou prata A manutenção é igual. Meros mortais, repletos de emoções E carências naturais; O colo, o consolo no seu tamanho, A importância do importante; Uma felicidade; uma meta. Uma amarra? Não é em pessoas. (...)

Simpático sempre que possível

14.12.19 | Paulo Brites | comentar
Nikon D3200, 18-55mm @ 35mm, f/3.8, 1/3200s, ISO 100   Atitude! Comportamento! Agir e reagir, o importante da importância do conhecimento do ser; de o fazer! Comunicação, erro de palavras comprometimento de inteligência emocional ou falta dela, representação ou (...)

Limites ...

08.12.19 | Paulo Brites | comentar
Nikon D3200, 50-200mm @ 200mm, f/5.6, 1/60s, ISO 400   Limites … Os meus, os teus, os dos outros A admiração, contemplação, é fogaz A minha, a tua; a dos outros! Será? Representação e encenação, Coisas de crianças, anonimatos? A busca do que falta, no que nos falta? (...)

A época dos camaleões sociais

23.11.19 | Paulo Brites | comentar
  Vivemos numa época, em que o melhor nome para a definir é: A época dos camaleões sociais.  Actualmente o pensar pela própria “cabeça” é algo raro. Vamos atrás do que é socialmente correto. Com o avançar das redes sociais e a globalização, a nossa (...)