Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

4 Estações do ano

16.01.17 | Paulo Brites

DSC_8393-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/10, 1/60s, ISO 100

Lago de Alqueva | Alentejo | Portugal

 

Porque se evoluiu, porque crescemos, porque mesmo não concordando com essa evolução uma coisa é certa: crescemos e evoluímos! Nesta imagem da minha objectiva, antes era um enorme campo verde na primavera, amarelo no verão, talvez laranja no Outono, a famosa zona do “Gato”, mas hoje é azul e é azul no Verão, no Outono, na Primavera e no Inverno …

Não sei se é isso a evolução ou o que quer que seja mas … adoro o azul e não é por ser adepto do FC Porto, adoro o azul porque para mim o azul é sinónimo de alegria, de bem-estar … é provavelmente a cor que mais gosto … enfim acho que posso dizer com toda a certeza: é a minha cor!

É inevitável o azul porque é a cor que te permite ver, o vermelho que é a cor que te permite saborear, o amarelo que é a cor da tua pele para além do teu cabelo … são cores que estão presentes em mim, são as tuas cores (para além do branco, que fica sempre bem), são as cores que te definem, são as cores que pelas quais te tornaram tão importante para mim! E tu és importante para mim não só nas estações do ano que já passaram mas como alguém diz “tens que viver as quatro estações do ano, para dizer que gostas do ano” … falta o inverno!

É sempre uma estação difícil, é sempre um momento diferente e, diferente porque não é a melhor estação do ano. É uma estação ou um estado de espírito em que por si só nos torna pessoas mais pensativas, porque a lareira nos faz mais nostálgicos, porque os dias são mais pequenos e isso torna as noites maiores e sendo as noites maiores provoca mais momentos de introspecção … e ai … pensamos mais em nós, pensamos mais no que queremos, damos mais valor aos nossos sonhos, pensamos mais …

É bom? Não sei!

Só sei que é importante viver e perceber as 4 estações do ano e se passado essas 4 estações as coisas continuam … é porque vale a pena telas, estima-las, percebe-las e acima de tudo vive-las e amá-las … porque de quem se gosta ao longo do ano, será sempre alguém que nos diz algo e ficará para sempre!

Por isso gosto da evolução … e hoje mesmo não tendo o “moinho do gato” tenho-te a ti! O grande rio do sul… o grande Guadiana continua a existir e embora distante fisicamente de mim (estás tão perto como 1 hora de distância) isso nunca será motivo para me afastar de ti, nunca! Bem pelo contrário … e como gosto tanto de ti, irás estar sempre presente e espero viver contigo todas as estações do ano e tentar percebe-las, amá-las e … que nunca as possa sentir como alguma coisa menos boa …porque acima de tudo, gosto muito de ti! Beijinhos …

Hoje é um dia diferente!

09.01.17 | Paulo Brites

DSC_4680-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/4.5, 1/15s, ISO 800

PDS | Alentejo | Portugal

 

Hoje é um dia diferente! Acho que nunca comecei um texto aqui com uma frase tão simples mas tão plena, porque hoje é mesmo um dia diferente de todos os outros! Porque hoje é dia em que sentimos o tempo e nos apercebemos como ele passa de uma forma tão rápida, porque hoje é dia para recordar, porque hoje é dia de balanço anual e refazer caminhos, de lutar pelo que se gosta e quer. Porque hoje é dia de querer reencontrar amigos que pela vida foram passando e juntos cantarmos, porque hoje é dia da nossa existência, porque hoje é dia de sonhar, porque hoje é dia de dizer “obrigado”, porque hoje é dia de abraçar o mundo e principalmente os meus filhos … porque hoje mesmo não tendo acordado ao som de aves cantado a sua alegria e embora com uma manhã fria de Janeiro acordei com um imenso e maravilhoso calor… porque hoje acordei feliz, tão feliz como adormeci ontem, porque hoje penso como é bom viver… porque hoje é mesmo um dia diferente e é tão bom ter e viver esses dias … que os possa ter durante muito e muito tempo com o calor daqueles que nos são próximos e nos fazem sentir bem!

Porque hoje é mesmo um dia diferente!

Já dizia Vinícius ...

05.01.17 | Paulo Brites

DSC_1419-1-2

Nikon D3200, 50-200mm @ 62mm, f/9, 1/100s, ISO 400

Festival Islâmico 2015 | Mértola | Alentejo | Portugal

 

"A beleza feminina até me fascina.

A luxúria, a sedução, também me atrai.

Mas não se "apoquente" menina.

Minha bússola é a razão

E como dizia Vinícius…:

Homem de bem, não trai."

Moacir Soledade

Pág. 2/2