Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

Reflexão

19.10.17 | Paulo Brites

DSC_2962-1

Nikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/11, 1/500s, ISO 360

Por ai ...

 

Como dizia Antoine de Saint-Exupéry - “Quando a gente anda sempre em frente, não pode ir muito longe.” … pura verdade!

As nossas maiores conquistas são alcançadas quando exploramos outras direções além das que nos colocam na nossa suposta zona de conforto … mas muitas vezes, é necessário recomeçar a trajetória que abandonamos, pois não nos demos conta de coisas valiosas naquele caminho.

Só mais tarde, nos apercebemos que provavelmente o caminho era aquele e, não o trajeto que decidimos fazer … nunca é tarde para recomeçar onde se parou … assim se queira!

Se me deixasses ser

14.10.17 | Paulo Brites

DSC_1774-1

Nikon D3200, 50-200mm @ 50mm, f/7.1, 1/2500s, ISO 100

Por ai ... 

https://www.youtube.com/watch?v=dXd7QDXAH5k

 

"Se me deixasses ser

O sítio onde podes voltar

Depois do dia entardecer

Quando a noite te agarrar

Corpo forte de ficar

Casa de permanecer

Casa para regressar

Se me deixasses ser

Seja onde for

Se o filme fosse meu

Em luta contra o mal

Tudo o que te faz doer

Morria no final"

Tiago Bettencourt - Se Me Deixasses Ser

La canción más hermosa del mundo ... Joaquin Sabina!!!

07.10.17 | Paulo Brites

DSC_1607-1

Nikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/8, 1/3s, ISO 100

Por ai ... Praia fluvial de Mourão | Alentejo | Portugal

 

https://www.youtube.com/watch?v=Wbr5Dk5gy-s

 

Benditas do teu corpo as tuas curvas

Bendito no teu rosto o teu sorriso

Malditos dos dias que não me ligas

Malditas as horas que não esqueço isso.

 

Malditas as memória das desculpas

Na totalidade do que calas...quando dizes

Procura uma certinha e direitinha

Malditas das mentiras que não te fazem ser minha.

 

Maldita a mentira do “ainda”, "agora" e "já"

Maldita a velocidade com que pecas

Contra o padroeiro Santo Estevão...por quem não rezas

No Reino da fantasia e ilusão...que ainda há.

 

Maldito o riso que me faz chorar

Maldita a flecha venenosa do Cupido

Malditos os pensamentos do desejo e loucura

De te querer e te puxar pela cintura.

 

Maldita a esperança que ainda perdura

Maldita seja essa loucura

Maldita a dor que o meu coração fura

mas bendito seja o amor...por ser maldito… e que por ti ainda dura!

Algures por ai ... 2017 ...

A melhor foto das eleições autárquicas 2017

05.10.17 | Paulo Brites

22195985_1526886154073023_5811897018730429180_n

Foto de José Carlos Carvalho no jornal o Expresso

Bem agora que já passou essa euforia (da treta) a que chamam dever cívico, eu gostava de ter ouvido nas notícias a grande garra e determinação (dos alunos) que aconteceu em Évora, quando os 5 candidatos ficaram sozinhos na Universidade a falar para as paredes e, que por unanimidade cancelaram o debate do dia 27 de Setembro.

De salientar e de louvar o comunicado de um deles (atenção que se fala de um deputado na Assembleia da República), talvez o mais sério, porque os outros, fecharam-se em copas como diz o povo, e comunicado esse que refere o motivo do cancelamento do debate: Falta de comparência! Bem, falta de comparência até dá a sensação, por exemplo, de estar a falar de um qualquer jogo de futebol, mas não, falava de um debate politico! Transcrevo aqui o seu desabafo no facebook:  

“Esta noite não foi possível a realização do Debate na Universidade de Évora.

Por unanimidade, os 5 candidatos (PSD, CDU, PS, CDS e BE) decidiram que não fazia sentido a realização do Debate, por falta de comparência de estudantes e da restante Academia.

Fui dirigente associativo da Associação de Estudantes da Universidade de Évora durante 3 anos, e é com muita pena que não pude debater assuntos muito importantes do relacionamento da Academia com o Concelho e Cidade de Évora.

Um momento triste para a democracia no concelho de Évora e da Região!” - António Costa da Silva - Candidato PSD à camara de Évora e deputado à Assembleia da República, no dia 27 de Setembro às 22:49.

 

Agora pergunto eu: mas afinal o triste momento foi a não comparência de “ouvintes” ou a triste realidade dos “oradores”? Pois … para mim o triste são aqueles que ao invés de serem sérios, honestos e motivadores chamam tristes aqueles que não se querem colar ou melhor nem os querem ouvir, sendo que a não ida a um “debate da treta” é como, um vai à merd@ …!

Bem, dito isso e porque não existiu nenhuma notícia sobre o facto (não interessava) e como não tenho nenhuma fotografia do momento em que tais pessoas se sentiram tão ofendidas, vou eleger esta foto do José Carlos Carvalho no Expresso, como a melhor foto das eleições autárquicas!

Ressalvo que melhor do que esta, seria uma fotografia na Universidade de Évora com os “oradores” e os “ouvintes” … mas não tenho!!! Nem os fotógrafos tiveram interesse nesse tão importante acto … enfim … paciência! É caso para dizer, não ensines a ler porque depois eles não nos ouvem!

Deixo um conselho … vejam o que “vocês” andam a fazer, antes que o povo que não vota veja isso, é que eles estão em maioria!

E pronto, no dia em que se comemora um “5 de Outubro” aqui partilho o que para mim, é a melhor foto das eleições autárquicas de 2017!

 

Beijinhos e abraços a todos.