Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

Uma música e uma fotografia - parte XLV - Mariza - Quem me dera

08.06.19 | Paulo Brites

43755910354_d5b8112118_o.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 55mm, f/5.6, 1/1250s, ISO 100 

 

https://www.youtube.com/watch?v=-sze5rpbklM 

Que mais tem de acontecer no mundo
Para inverter o teu coração pra mim
Que quantidade de lágrimas devo deixar cair
Que flor tem que nascer
Para ganhar o teu amor

Por esse amor meu Deus
Eu faço tudo
Declamo os poemas mais lindos do universo
A ver se te convenço
Que a minha alma nasceu para ti

Será preciso um milagre
Para que o meu coração se alegre
Juro não vou desistir
Faça chuva, faça sol
Porque eu preciso de ti para seguir

Quem me dera
Abraçar-te no outono, verão e primavera
Quiçá viver além uma quimera
Herdar a sorte e ganhar teu coração

Quem me dera
Abraçar-te no outono, verão e primavera
Quiçá viver além uma quimera
Herdar a sorte e ganhar teu coração

Será preciso uma tempestade
Para perceberes que o meu amor é de verdade
Te procuro nos outdoors da cidade
Nas luzes dos faróis
Nos meros mortais como nós

O meu amor é puro
É tão grande e resistente como embondeiro
Por ti eu vou onde nunca iria
Por ti eu sou o que nunca seria

Quem me dera
Abraçar-te no outono, verão e primavera
Quiçá viver além uma quimera
Herdar a sorte e ganhar teu coração

Quem me dera
Abraçar-te no outono, verão e primavera
Quiçá viver além uma quimera
Herdar a sorte e ganhar teu coração

Quem me dera
Abraçar-te no outono, verão e primavera
Quiçá viver além uma quimera
Herdar a sorte e ganhar teu coração

Quem me dera
Abraçar-te no outono, verão e primavera
Quiçá viver além uma quimera
Herdar a sorte e ganhar teu coração

Quem me dera

 

 

Uma música e uma fotografia - parte XLIV - Rita Lee - Amor e Sexo

07.06.19 | Paulo Brites

DSC_0741-2-1.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/4.2, 1/100s, ISO 100

https://www.youtube.com/watch?v=wydSXcS04mU 


Amor é um livro
Sexo é esporte
Sexo é escolha
Amor é sorte

Amor é pensamento, teorema
Amor é novela
Sexo é cinema

Sexo é imaginação, fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia

O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epiléticos

Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval

Amor é para sempre
Sexo também
Sexo é do bom
Amor é do bem

Amor sem sexo
É amizade
Sexo sem amor
É vontade

Amor é um
Sexo é dois
Sexo antes
Amor depois

Sexo vem dos outros
E vai embora
Amor vem de nós
E demora

Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval

Amor é isso
Sexo é aquilo
E coisa e tal
E tal e coisa

Ai o amor
Humm o sexo, ahh

 

 

Uma música e uma fotografia - parte XLIII - Miguel Gameiro - Dá-me um abraço

06.06.19 | Paulo Brites

DSC_5274-2-1.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/3.5 1/250s, ISO 200

 

https://www.youtube.com/watch?v=kPwOMoRG5HA 

 

Dá-me um abraço que seja forte
E me conforte a cada canto
Não digas nada que o nada é tanto
E eu não me importo

Dá-me um abraço, fica por perto
Neste aperto, tão pouco espaço
Não quero mais nada, só o silêncio
Do teu abraço

Já me perdi, sem rumo certo,
Já me venci pelo cansaço
E estando longe
Estive tão perto
Do teu abraço

Dá-me um abraço, que me desperte
E me aperte, sem me apertar
Que eu já estou perto, abre os teus braços...
Quando eu chegar

É nesse abraço que eu descanso
Esse espaço que me sossega
E quando possas dá-me outro abraço
Só um não chega

Já me perdi, sem rumo certo,
Já me venci pelo cansaço
E estando longe
Estive tão perto
Do teu abraço
E estando longe
Estive tão perto
Do teu abraço

 

 

Uma música e uma fotografia - parte XLII - Pink Floyd - Time

05.06.19 | Paulo Brites

DSC_5687-2-1.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/,5 1/320s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=JwYX52BP2Sk 

 

Ticking away the moments that make up a dull day
You fritter and waste the hours in an offhand way.
Kicking around on a piece of ground in your home town
Waiting for someone or something to show you the way.

Tired of lying in the sunshine
Staying home to watch the rain.
You are young and life is long
And there is time to kill today.
And then one day you find
Ten years have got behind you.
No one told you when to run,
You missed the starting gun.

And you run and you run to catch up with the sun
But it's sinking
And racing around to come up behind you again.
The sun is the same in a relative way
But you're older,
Shorter of breath and one day closer to death.

Every year is getting shorter
Never seem to find the time.
Plans that either come to naught
Or half a page of scribbled lines
Hanging on in quiet desparation is the English way

 

 

Já tentei muitas vezes fotografar o silêncio. Claro que nunca consegui!

03.06.19 | Paulo Brites

DSC_9494-1-2.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 26mm, f/7.1, 1/250s, ISO 100

 

Já tentei muitas vezes fotografar o silêncio. Claro que nunca consegui.

A palavra ou a expressão “silêncio”, tem a sua origem no Latim “SILENTIUM”, que significa: “ação de estar quieto”, “ficar quieto”, “evitar barulhos ou ruídos”. Enquanto gesto, vêm do Egípcio e do seu Deus Hórus, que tinha, na imagem, o dedo indicador na boca. Os Gregos e Romanos, associaram esse gesto, ao atual “silêncio”. A palavra em si, nada tem a ver com o gesto, expecto que são representações em linguagens diferentes: Uma gestual, outra escrita/falada.

Também a palavra “silêncio” tem outros significados, como: segredo, sigilo, confidencialidade; isto, em grupos secretos e maçónicos deste mundo. Em termos Orientais e no mundo daqueles, que, veneram a cultura do “meditar”, o termo silêncio significa: Calma, sossego, paz, conhecimento interno … e por aí fora.

Em termos comunicacionais, o silêncio, é a total ausência de som. O que não significa, ausência de comunicação. Claro que, utilizar o silêncio em termos de comunicação é o maior perigo que poderemos cometer! Com a ausência de som, deixa livre, o pensamento de quem o ouve!

Existem muitos e muitos tipos de silêncios, que, todos nós, utilizamos no nosso dia-a-dia:

- Silêncio emocional: acontece quando mostramos uma atitude aberta de atenção total e escuta no outro. Nesse silêncio podemos ser como um espelho e criar harmonia com o outro. Um exemplo de silêncio emocional é o que ocorre, quando olhamos uma pessoa nos olhos. Isso ajuda à verificação do que acontece ou aconteceu;

- Silêncio Responsável: Ocorre quando não se sabe ou não se tem a certeza suficiente sobre um tópico ou assunto. Geralmente é feito por precaução ou mesmo para um melhor conhecimento de um determinado momento ou estado;

-Silêncio cúmplice: É aquele que acontece por conveniência oportunista, para se tirar uma vantagem. Também pode ser um silêncio de medo;

- Silêncio tolerante: Ocorre quando alguém não responde a uma agressão ou insulto para evitar problemas ou grandes conflitos, ou mesmo, para evitar algum tipo de explicação ou de diálogo sobre algo que nos é desconfortável.

Seja como for, o silêncio é sempre algo muito mau! É indicador de que algo não está bem! Quer seja o silêncio maçónico, emocional, politico ou mesmo social!

Termino como comecei: Já tentei muitas vezes fotografar o silêncio. Claro que nunca consegui!

 

Nota: Podera ler aqui uma das minha tentativas de o fotografar:  https://paulobrites.blogs.sapo.pt/silencio-65057

 

Beijinhos

 

Pág. 2/2