Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

Alguns Avisos e os seus Adjectivos e Substantivos

04.04.18 | Paulo Brites

Preto-1.jpg

 

Adjetivos, substantivos … vamos lá ver se nos entendemos! Um adjectivo é um substantivo masculino - Palavra que se junta ao substantivo para o qualificar (adjectivo qualificativo) ou para o determinar (adjectivo determinativo), tal como o próprio substantivo é ou pode ser um adjectivo - Que exprime substância ou existência; Que designa ser.

De entre os muitos substantivos destaco por exemplo um substantivo feminino - Liberdade - Direito de proceder conforme nos pareça, contanto que esse direito não vá contra o direito de outrem; Condição do homem ou da nação que goza de liberdade; Conjunto das ideias liberais ou dos direitos garantidos ao cidadão … entre muitos outros significados! Também não quero deixar de referenciar um outro substantivo feminino – Estupidez - Defeito da pessoa estúpida; Falta de inteligência e de delicadeza de sentimentos; Acto ou expressão de estúpido.

Agora será que eu (pronome pessoal) estou a ser Estupido ou estou a contrariar a Liberdade de alguém? Talvez! Mas que me desculpem todas e quaisquer pessoas que o poderão pensar e julgar!

Ontem na revista Visão foi publicado um artigo sobre um decreto lei do Tribunal Superior de Los Angeles - http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2018-04-03-E-se-nos-cafes-passar-a-haver-avisos-como-nos-cigarros-  bem … mas afinal para onde nos está a levar certas e determinadas “coisas”, “pensamentos” e “tendências” que por este mundo vão surgindo?

Será que também se poderá ou deverá utilizar mais alguns substantivos ou adjectivos em relação a tais tendências? Eu prefiro utilizar substantivos a adjectivos aquando, de falar ou opinar sobre tais “coisas” … como por exemplo: extremismo, fanatismo, intolerância, ou mesmo, sectarismo …

Mas é isso … é o que penso! Seria quebrar o valor do substantivo feminino Liberdade se utiliza-se os adjectivos: Extremistas, fanáticos, intolerantes ou sectaristas! Mas como não quero e não pratico a violação da Liberdade, não irei falar muito mais sobre tais tendências … mas sem antes deixar um apelo: Parem lá com essas merdas se faz favor!

Só para terminar … não seria boa ideia, por cima de qualquer dessas “pessoazinhas” com tão brilhantes iniciativas, que também elas, tivessem por cima das suas cabeças uma qualquer informação nociva ás suas ideias? Será que também elas não são “perigosas” e que de facto essa informação seja obrigatória? Como diz o povo: Querem ver que agora a puta sou eu?

Preocupem-se com a fome no mundo, com os direitos humanos que todos os dias são violados ...com a violência doméstica, com a violência a crianças … preocupem-se com a paz! Pronto … coisas dessas que pouca ou nada importância têm neste mundo …

 

Beijinhos e não bebam café, não fumem, não façam amor … não comam carne, não matem as alfaces, não chupem caracóis … ui, importante, cuidado com o chocolate … com a aguardente de medronho ou o cozido à portuguesa, para não falar das alheiras de Mirandela ou do chá de hortelã e claro do hambúrguer americano … e coisas assim!