Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

Eu tenho 10 maças numa mão e outras 10 maças na outra … o que é que eu tenho?

21.05.16 | Paulo Brites

DSC_5207

Nikon D3200, 18-55mm @ 20mm, f/5.6, 1/400s, ISO 100 

Vale Moreno | Alentejo | Portugal

 

Um texto escrito por mim em 30 de Abril de 2014 … continua actual …continua a fazer sentido … e embora a imagem do por do sol seja diferente, continua a ser uma imagem do por do sol … e isso vale por si mesmo … um por do sol …  “Ontem numa das minhas diárias viagem entre Évora e Reguengos de Monsaraz e depois de um dia muito intenso, ouvi um anúncio na rádio que me acompanhava e que dizia isso “ … eu tenho 10 maças numa mão e outras 10 maças na outra … o que é que eu tenho? … para uns 20 maças para outros 2 enormes mãos … “. Pois bem é isso mesmo, todos nós somos diferentes, pensamos de forma diferente e vimos de forma diferente. Olhei para o que me rodeava e a imagem que obtive foi esta fotografia.

Hoje continuei a pensar nisso, a ver e a analisar o que me rodeia, o que ouço, o que me dizem, o que pensam as cabeças desse mundo … e cheguei a esta conclusão:

Como é boa a vida, como é bom respirar, comer, beber, caminhar, ver, ouvir … como é bom ter consciência que ficar imóvel, isolado, apático, doente, não será razoável nem será a melhor solução! O gosto por tudo isso nunca compensa o sofrimento e o mau estar que se gera quando pensamos e nos sentimos doentes e descrentes de nós próprios, daquilo de somos, do que queremos … 

Este por do sol para uns é o fim do dia, o começo de um novo romance com o que vem a seguir, a lua. Para outros é a beleza do inicio da noite, a contemplação da beleza de mim próprio e a alegria de ver a lua e saber que quem me acompanha é o sol … e pensar que o que tenho, com toda a certeza –SÃO DUAS ENORMES MÃOS E NÃO 20 MAÇAS!”