Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

José Hermano Saraiva e os “Assaltos neste País”

15.03.18 | Paulo Brites

josc3a9-hermano-saraiva.jpg 

Vai ser leiloada entre os dias 21 e 23 deste mês a coleção de arte do historiador José Hermano Saraiva, com 840 lotes!

(Catálogo - https://www.pcv.pt/auction.php?n=355&ref=auctions-upcoming.title )

José Hermano Saraiva (1919-2012) nome, que não acredito que pelo menos em Portugal alguém não conheça!  

O minuto de silêncio que hoje conhecemos foi uma “criação” portuguesa! Sim, foi em Portugal que começou a homenagem póstuma de respeito, luto, contemplação … para com aqueles que recentemente morreram e que por algum motivo foram uma figura marcante em qualquer que seja a atividade. Não gosto de utilizar o termo mas falando um Português direto e simples, foi em Portugal que se inventou o minuto de silêncio!

Figura marcante do sec. XX foi ou era acima de tudo um comunicador nato! Não me irei alongar neste texto, primeiro porque acho que já tudo ou quase tudo foi dito e é conhecido referente à pessoa e ao homem que o mundo conheceu por José Hermano Saraiva.

Para uns ele encantava para outros e por divergências politicas como foi o caso das forças parlamentares do PCP, PEV (CDU) e BE que na Assembleia da República votaram contra o voto de pesar e o minuto de silêncio pela sua morte. Se existem “coisas” e “coisinhas” que na verdade me chocam e que de alguma forma me revoltam é a incapacidade geral (existe sempre a exceção à regra) de reconhecer o mérito de alguém, mesmo quando, por vários motivos não concordamos ou não nos revemos na forma, no conteúdo ou mesmo no pensamento dos demais. Retirar o mérito e votar contra uma homenagem póstuma de José Hermano Saraiva é um dos casos mais “ridículos”. Politiquice? Divergências da direita e da esquerda? Não concordar com algumas das teses em termos históricos que ele defendia? Um julgar de um ex-Ministro de Salazar? Não sei … não sei mesmo o que pode estar nessa origem e nesse comportamento e forma de estar! O que sei é que, poderemos não concordar mas deveremos reconhecer o mérito de algo ou de alguém! Não custa nada! Aliás só mesmo quem tem falta de inteligência e de integridade não o é capaz de o fazer! Concordando ou não … o mérito é outra coisa!  

Não sei se o Estado Português em algum momento negociou com a família e herdeiros de José Hermano Saraiva, também não sei se para o Estado Português essa coleção é ou não importante … também não sei para onde irá tal espólio … também não sei se irá ficar disperso ou se algum comprador está interessado na aquisição do total dos 840 lotes … também não sei se será um Português a comprar … também não sei se será um qualquer “estrangeiro” … só sei que é de uma total ignorância e estupidez para não utilizar outro adjetivo que qualifique tão irresponsável acto por parte do Estado, caso permita a dispersão e a “fuga” para o estrangeiro de tão valioso espólio!

Que falta de respeito e sensibilidade temos nós portugueses! Será que é mais uma espoliação de arte em Portugal? Será que vamos ver algumas dessas peças expostas num qualquer museu estrangeiro ou numa qualquer mansão deste mundo? Ou será que irão ser objetos de adorno num qualquer gabinete da administração de um Banco?

Começa a ser hábito meu terminar alguns textos com um apelo ao Presidente de República. Este é mais um exemplo!

Professor Marcelo meta mãos nessa merda toda que se passa neste país!

 

Beijinhos …    

* Foto net

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.