Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

Meros mortais, repletos de emoções

16.12.19 | Paulo Brites

DSC_10104-1-3.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 55mm, f/5.6, 1/60s, ISO 100

 

Ouro ou prata
A manutenção é igual.
Meros mortais, repletos de emoções
E carências naturais;
O colo, o consolo no seu tamanho,
A importância do importante;
Uma felicidade; uma meta.
Uma amarra? Não é em pessoas.
É em navios parados!
Remédios naturais do cansaço e da alma
No medo, vergonha, carência
Não se engane!
O enferrujar de uma mão,
O deteriorar de um braço,
Aqueles 30 segundos do abraço.

A oxidação que enruga o rosto,
O decapante que tira a ferrugem.
A falta dela? Acaba com ele
Na autossuficiência vulnerável
De uma massagem nos pés.
Ouro ou prata?

A manutenção é igual!
Meros mortais, repletos de emoções
E carências naturais!


Paulo Brites