Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

O "creme" e o azul ...

29.05.17 | Paulo Brites

DSC_1526-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 36mm, f/11, 1/500s, ISO 360

Mértola | Alentejo | Portugal

 

Agora não! Por agora só quero continuar com a recordação do teu sorriso, quero que te aguentes forte! Sabes, por existir uma avaria na máquina, não significa que não exista cerveja! Solta os teus cabelos … lança o teu charme … puxa os cantos da boca para cima e segue o teu caminho! Caminha de lado se não tens espaço, vai pedindo “com licença” mas nunca te esqueças dos homens de camisa azul. Os homens de camisa azul são sempre homens atentos … o azul é sempre uma cor que combina com o “creme” … um metro, dois metros … segue em frente, a música está alta e isso vai dar-te confiança … continua, não soltes os cantos da boca. São eles que te fazem ser o que és!

Depressa vai chegar o rio e é sempre bom sentir o seu cheiro. Existem rios verdes, amarelos e até existem rios negros … existem rios de todas as cores mas mesmo que seja um rio a fingir, um rio improvisado, sem dúvida que esse rio fica bem mais bonito se for azul! Porque um homem de camisa azul sempre irá recordar os cantos da tua boca que ficam tão bonitos quando estão lá em cima … uma cadeira, uma almofada, não interessa! O que interessa é que o azul e o creme são sempre cores que ficam na lembrança para um homem de camisa azul!