Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

Uma fotografia, uma música - parte XI - Tiago Bettencourt - Se Me Deixasses Ser

19.08.18 | Paulo Brites

DSC_4950-paulobritesfotografia.blogs.sapo.pt

Nikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/9, 1/320s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=dXd7QDXAH5k 

 

Se me deixasses ser

O sítio onde podes voltar

Depois do dia entardecer

Ou quando a noite te agarrar

O corpo forte de ficar

A casa de permanecer

A casa para regressar

Se me deixasses ser

Seja onde for

 

Se o filme fosse meu

Na luta contra o mal

Tudo o que te faz doer

Morria no final

Quando o escuro não passar

E te cega como uma prisão

Vou-te resgatar

Lavar o coração

Se me deixasses ser

Se fosse eu a mandar

Fazia-te ver

 

Frente ao precipício

Juntos pela mão

Se hoje queres saltar

Eu quero ser razão

Se hoje queres saltar

Eu quero ser razão

 

Se me fizesses crer

No sitio onde posso voltar

Para um dia entardecer

Ou quando a noite descansar

Na casa de permanecer

Na pedra que fazemos chão

Para me rever

Lavar o coração

Se me fizesses crer

Se fosse eu a mandar

Fazia-te ver

 

Frente ao precipício

Juntos pela mão

Se hoje queres saltar

Eu quero ser razão

 

Tiago Bettencourt - Se me deixasses ser