Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diz à mãe para migar as sopas ...

Diz à mãe para migar as sopas ...

Uma música e uma fotografia - parte XXIV - Ana Carolina e Luiz Melodia - Cabide

26.01.19 | Paulo Brites

DSC_3828-1-3.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/6.3, 1/160s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=pwy-_CqOtA0 

 

E se eu fugir e sair por ai na noitada

Me acabando de rir

E se eu disser que não digo, e não ligo, e que fico

E que só vou aprontar

É que eu sambo direitinho, assim bem miudinho,

Cê não sabe acompanhar

Vou arrancar sua blusa e pôr no meu cabide só pra pendurar

Quero ver se você tem atitude

E se vai me encarar

 

E se eu sumir dos lugares, dos bares, esquinas

E ninguém me encontrar

E se me virem sambando até de madrugada

E você for até lá

É que eu sambo direitinho assim bem miudinho,

Sei que você vai gostar

Vou arrancar sua blusa e pôr no meu cabide só pra pendurar

Quero ver se você tem atitude e se vai me encarar

 

Chega de fazer fumaça, de contar vantagem

Quero ver chegar junto pra me juntar

Me fazer sentir mais viva

Me apertar o corpo e a alma

Me fazendo suar

Quero beijos sem tréguas

Quero sete mil léguas sem descansar

Quero ver se você tem atitude e se vai me encarar.

 

E se eu fugir e sair por ai na noitada

Me acabando de rir

E se eu disser que não digo, e não ligo, e que fico

E que só vou aprontar

É que eu mando direitinho, assim bem miudinho,

Sei que você vai gostar

Vou arrancar sua blusa e pôr no meu cabide só pra pendurar

Quero ver se você tem atitude e se vai encarar

Quero ver se você tem atitude e se vai me encarar

Quero ver se você tem atitude e se vai me encarar

 

Cabide - Ana Carolina